Passado trágico das vilãs de Segundo Sol explica suas maldades

João Emanuel Carneiro aborda com inteligência a questão das motivações de Rosa, Karola e Laureta. Mas o sofrimento justifica a maldade e a falta de caráter? Está aberto o debate!

quarta 3 outubro, 2018
Laureta, Rosa e Karola são más sim, mas têm motivos para serem assim
Laureta, Rosa e Karola são más sim, mas têm motivos para serem assim Foto:Divulgação Globo

Vilão de novela geralmente é mal e ponto final. Não é muito comum os autores buscarem, na biografia dos personagens, justificativa realmente palpável que leve à compreensão por seus atos. Até porque existe sempre a questão da índole, que se faz presente desde os tempos de Adão e Eva. Caim e Abel receberam a mesmíssima criação, mas só Caim se voltou para o lado do mal. Esse tema é muito polêmico: até que ponto o meio, as companhias, e as influências negativas realmente influenciam no caráter de alguém? Mas é muito bacana quando as vilanias de um folhetim são fundamentadas em um passado disfuncional.

João Emanuel Carneiro vem desenvolvendo isso a cada novo trabalho. A inveja e o ciúme doentio de Flora (Patrícia Pillar) por Donatela (Claudia Raia), desde crianças em A Favorita (2008), explicava a obsessão da vilã por sua irmã de criação. Em Avenida Brasil (2012), Carminha (Adriana Esteves) não era simplesmente má porque nasceu assim. No lixão ontem cresceu ela sofreu toda sorte de humilhação e violência.

Mas é, agora, em Segundo Sol, que o autor vai mais fundo nessa abordagem. Ele tem uma trinca de vilãs da melhor qualidade e criou explicações muito fortes para seus comportamentos distorcidos. Um aviso: sim, considero Rosa (Letícia Colin) uma vilã e não simplesmente uma menina conturbada e perdida. O que ela faz com Valentim (Danilo Mesquita) – sobre a gravidez e quem é a verdadeira mãe do rapaz – é de uma crueldade absurda. Mas Rosa já desabafou com o próprio Valentim o motivo de sua fixação por dinheiro e ascensão social. A ex-prostituta sofreu, na infância, muitas privações, não só materiais com também de educação e até necessidades básicas como alimentação. Ela contou ao marido que, muitas vezes, não tinha o que comer, diferente de sua irmã caçula, Maura (Nanda Costa), que já pegou a família com uma situação financeira um pouco melhor.

Essa semana, Karola (Deborah Secco) narrou, aos prantos, também a Valentim, como foi terrível crescer sem amor, sem a orientação de uma família e o carinho de uma mãe. E no capítulo da segunda 01, foi a vez de Laureta (Narcival Rubens), antes de matar Galdino (Narcival Rubens), vomitar para o torturador tudo o que sofreu nas mãos dele: estupro aos 12 anos, servidão sexual para os amigos dele, prostituição... Ao confrontar Naná (Arlete Salles) ela também revela o desespero por ver o casamento de seus pais ruír por “culpa” da mãe de Beto (Emilio Dantas) e o arrependimento de, por vingança, ter denunciado Nestor (Francisco Cuoco) para a Ditadura Militar.

Nesse ponto alguém pra certamente vai dizer: mas esses passados dramáticos justificam a crueldade dos dias de hoje? Não justifica, certamente. Muita gente passa por experiências ainda mais valorosas e se mantém firme em sua conduta. Entra de volta a questão já levantada no início do texto: a índole. Mas vamos imaginar o que teria acontecido a Manu (Luísa Arraes) e Ícaro (Chay Suede) caso Luzia (Giovanna Antonelli) não tivesse aparecido e, depois, Beto não demonstrasse tanto interesse em acolher os irmãos como seus filhos.

Boa índole os dois têm, mas naquela família desestruturada Manu certamente perderia a vida para as drogas mais cedo ou mais tarde. Solto no mundo e nas mãos de alguém como Laureta, Ícaro também poderia ser dominado pela bebida e/ou pela bandidagem. Mas ainda há esperança para ele. Tudo poderia ter sido diferente para Rosa, Karola e Laureta caso também tivessem sido “salvos” a tempo? Nunca saberemos. Mas é notável perceber que João Emanuel Carneiro investe com tamanha inteligência nessa discussão. Aliás, será que Rosa, Karola e Laureta ainda não têm direito a um segundo sol!? João Emanuel vai decidir, mas está aberto o debate!

Jorge Luiz Brasil
Leia Mais:

Receba em Casa

Vídeos

NOVELAS

  1. 1 As Aventuras de Poliana – Resumo dos capítulos de 15 a 19 de outubro de 2018 
  2. 2 Jesus – Resumo dos capítulos de 15 a 19 de outubro de 2018
  3. 3 Que Pobres Tão Ricos – Resumo dos capítulos de 15 a 19 de outubro de 2018
  4. 4 Asas do Amor – Resumo dos capítulos de 15 a 20 de outubro de 2018 – ÚLTIMOS CAPÍTULOS
  5. 5 Chiquititas – Resumo dos capítulos de 15 a 19 de outubro de 2018