Thais Melchior afirma não ser escrava da beleza

Protagonista de A Terra Prometida (Record), a atriz completou um ano de casada. Realizada aos 26 anos, atriz gosta de sentir-se bonita, mas sem exageros

Por Ligia Andrade / Fotos: Divulgação e FAYA

Thais Melchior | <i>Crédito: Fotos: Divulgação e FAYA
Thais Melchior | Crédito: Fotos: Divulgação e FAYA
Quando Thaís Melchior está manejando uma espada, é melhor sair da frente! Brincadeiras à parte, a atriz confessa ser um pouco descoordenada, sim. “Não tinha a menor intimidade com esse tipo de luta. Já acertei o dedo do Sidney Sampaio (Josué) e do Milhem Cortaz (Calebe), mas também já acertaram o meu. Faz parte! Eles brincam que eu sou um perigo, agora estou bem melhor”, reconhece a carioca, que precisou aprender a lutar e a montar a cavalo para viver a guerreira Aruna, protagonista de A Terra Prometida (Record TV). Para fazer bonito nas cenas de luta com os homens, intensificou na musculação. “A espada é pesada. Fiz um planejamento específico com o meu personal trainer para enfrentar todos esses guerreiros.” Atualmente, Thaís tem ido à academia três vezes na semana. “Às vezes, só consigo chegar às 22h, mas não deixo de ir”, diz. Mesmo com o ritmo puxado das gravações, tem conseguido manter a alimentação em ordem. Evita frituras e procura comer o mais saudável possível, sem abrir mão do chocolate. 

Bodas de papel
Casada há um ano com o sociólogo Sávio Pontes, a atriz não poderia estar mais realizada com seu momento. “É bom ter um parceiro de vida, um companheiro em tudo. Somos felizes”, elogia ela, que adora se arriscar na cozinha quando está em casa. “Sávio me ajuda com as tarefas da casa. Nós dois trabalhamos demais — até que nos viramos bem.” O casal ainda não tem planos de aumentar a família. “Estou nova para ser mãe, antes quero viajar bastante.”Participar de uma novela de época era um desejo antigo de Thaís. “No início, o mais difícil foi me acostumar com a linguagem, a forma mais rebuscada de falar... Tudo é questão de prática”, diz. Ela não conhecia a história de Josué. Ler a Bíblia fez parte de seu estudo. “Sou ecumênica, não sigo uma só religião, tenho muita fé.” A atriz faz questão de acompanhar a torcida do público por #Joruna. “É o que nos move e nos inspira a fortalecer cada vez mais o casal. A minha torcida também é grande pela felicidade da Aruna e do Josué!”, vibra.

Thaís posa ao lado dos colegas de elenco, Sidney Sampaio e Paloma Bernardi

Habilidosa e destemida
Aruna é uma guerreira de fé inabalável, o que acaba inspirando a intérprete de certa forma. “Nós duas somos desastradas, determinadas e amamos os animais. Por outro lado, Aruna é mais habilidosa, destemida e impulsiva do que eu.” Pela primeira vez trabalhando com Sidney Sampaio e Paloma Bernardi, a Samara, Thaís diz que a empatia entre eles não poderia ter sido melhor. “Ela virou uma grande irmã e o Sidney, um amigo querido, parceiro de todas as horas. Tenho profunda admiração por eles e são pessoas que já levei para vida!”, comemora. Após o fim da trama, ela pretende se dedicar aos palcos. Antes de protagonizar a temporada de 2011 de Malhação (Globo), Thaís fez faculdade de Direito, mas paralelamente fazia cursos de teatro. “Hoje em dia não me imagino mais voltando para o Direito”, afirma ela, que não fazia ideia de que se tornaria atriz. “Uma amiga minha estava entrando para o Tablado (renomada escola de teatro) e me convidou para fazer o curso com ela. Era tímida e minha mãe disse que eu deveria aceitar. Foi só subir no palco pela primeira vez para não conseguir mais sair.” Vaidosa, mas “não escrava da beleza”, Thaís gosta de se sentir bem, bonita, sem exageros. “Na minha nécessaire não podem faltar corretivo e blush.” Apaixonada por animais, é “mãe” do yorkshire Luke. Vira e mexe, ela pratica rapel e recarrega suas energias viajando. “Sempre volto inspirada”, confidencia. 

30/12/2016 - 20:00

Conecte-se

Revista Contigo!