Rodrigo Lombardi: "Meme é que nem chocolate. Você vê um e não para mais"

CONTIGO! acompanhou viagem do ator à Curitiba para lançar perfume e bateu um papo exclusivo sobre vaidade, carreira e família

Por Renata Telles

Rodrigo Lombardi em bate-papo com CONTIGO! | <i>Crédito: Divulgação
Rodrigo Lombardi em bate-papo com CONTIGO! | Crédito: Divulgação

Foram apenas poucas horas em Curitiba, mas o suficiente para Rodrigo Lombardi mostrar que entende bem sobre beleza. Em visita à fábrica de Eudora, marca do Grupo O Boticário, em São José dos Pinhais, na manhã de terça-feira (11) para promover o novo perfume masculino da marca, Impression, o ator reservou alguns minutos para conversar exclusivamente com CONTIGO! sobre vaidade, carreira e família. “Não sou um homem que faz a sobrancelha, mas também não faço porque acho ela boa, mas cuido da pele, do cabelo... Não tenho preconceito. Aliás, o homem sempre teve vontade de se cuidar, mas era tabu, ele não podia aceitar. Acho bacana esse momento de transformação e aceitação de ideias”, disse ele, que toda vez que aparece no ar em A Força do Querer (Globo) entra para os trending topics e vira meme. 

Apesar do sucesso na rede, ele confessa que considera-se um “analfabyte”. “Meu máximo é Instagram, Whats App e uma passada no Facebook. Descobri há pouco tempo que tem gente que vive de meme, caramba tem mercado pra tudo (risos)! Mas acho o máximo e me divirto. Meme é que nem chocolate, você vê um e não para mais”, diz. 

Pai de Rafael, do casamento com Betty Baumgarten, o ator confessou que quem o ajuda na internet é o filho. O menino, aliás, acompanha os trabalhos de Rodrigo e aos pouquinhos segue os passos do artista. “Ele já está dublando. A gente dublou junto em um estúdio o filme Meu Malvado Favorito 3. Ele pediu uma frase e o diretor deu. Ele coloca o fone, quer ensaiar... Aí o pai já começou a chorar de emoção (risos)”, contou o intérprete de Caio na trama de Glória Perez e Adriano, da série Os Carcereiros

Rodrigo teve pouco tempo de laboratório para entrar nos papeis. “A maior dificuldade foi criar dois personagens que caíram de supetão para mim. A Força do Querer eu sabia, mas não tive tempo de me preparar porque Carcereiros caiu no meu colo de repente. Então inventei o Adriano e Caio no set, foi tudo muito rápido!”, explicou.

Rodrigo Lombardi na fábrica de marca de cosméticos em Curitiba lança o perfume Impression (Foto: Divulgação)

Rodrigo Lombardi visita fábrica de Eudora  (Foto: Renata Telles)

12/07/2017 - 13:56

Conecte-se

Revista Contigo!