O primeiro Dia das Mães de Kelly Key com Artur

Kelly Key festeja ao lado do pequeno Artur, de 3 meses, e conta como os irmãos Suzanna e Vitor ajudam a cuidar do caçula, que não cansa de tirar fotos que a gente ama!

por Daniel Lopes

Kelly Key e o primeiro Dia das Mães com Artur | <i>Crédito: Dani Badaró
Kelly Key e o primeiro Dia das Mães com Artur | Crédito: Dani Badaró
O dia das mães deste ano vai ser mais do que especial para Kelly Key, 34 anos. É a primeira data ao lado do pequeno Artur, 3 meses. “Meu filho é muito bonzinho, tranquilo, não dá nada de trabalho. Ele é muito mais quietinho que os outros dois (Suzanna, 16, e o Vitor, 12) foram, dorme a noite toda sem acordar desde que veio da maternidade. Eu consigo descansar, passo a noite bem e até treino de manhã”, conta, em entrevista à CONTIGO!. Para comemorar a data especial, Kelly organizou um ensaio ao lado dos três filhos – que não se cansam de fotografar desde que o caçula nasceu. “Eu amo fazer sessões fotográficas com eles! Fica muito difícil, conforme a Suzanna e o Vitor vão crescendo, de juntar todo mundo. No dia a dia, cada um vai pro seu canto. Então esse momento das fotos é a hora de se juntar, de todo mundo brincar, se divertir...”, diz. 


Parceiros no cuidado
Depois de três meses do parto, Kelly conta com a ajuda do marido, Mico Freitas, 35, e dos dois filhos para cuidar do pequeno Artur, já que só pensa em ter uma babá depois que ele completar 1 ano. “O Vitor e a Suzanna se dão superbem com o Artur e me ajudam como podem. A Suzanna de vez em quando pede pra trocar uma fralda. Eles tomam conta, brincam, assistem a desenhos com ele... A Suzanna fica sempre com o Artur no colo quando eu preciso”, fala. “O Mico também ajuda, como um pai, né? (risos) É claro que para a mãe sempre sobra a maior responsabilidade, mas ele colabora bastante. Para um terceiro filho, as coisas ficam mais tranquilas, suaves. Temos mais experiência”, completa.
E será que a família ainda pode crescer mais? “Acho muito cedo pra pensar em outros filhos, sou bem nova”, afirma. Mas o fato é que o trio já traz muita alegria para a mamãe. “A maior dificuldade de ser mãe é na educação. É natural que os filhos olhem pra gente esperando que tenhamos todas as respostas e nós não temos. Entretanto, a alegria já existe pelo simples fato de tê-los. Se vier com um ‘eu te amo’ ou um abraço, melhor ainda”, emociona-se.

14/05/2017 - 11:46

Conecte-se

Revista Contigo!